Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências de Enfermagem >
CE - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/7530

Título: Ligaduras de compressão em úlceras venosas
Autor: Praça, Maria Isabel Fernandes
Brás, Manuel
Anes, Eugénia
Brás, Maria de Fátima Morais
Geraldes, Maria de Fátima
Palavras-chave: Úlceras venosas
Tornozelo/braço
Terapia
Compressiva
Índice de pressão
Issue Date: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Saúde
Citação: Praça, Isabel; Brás, Manuel; Anes, Eugénia; Brás, Maria de Fátima Morais; Geraldes, Fátima (2012) - Ligaduras de compressão em úlceras venosas. In Ias Jornadas Farmácia. Farmácia de Hoje, Fármacos de Amanhã. Bragança: IPB, ESSa. p. 177-184. ISBN 978-972-745-127-2
Resumo: As úlceras venosas causam significante impacto social e económico e são extremamente incapacitantes, afectam de modo significativo a produtividade e a qualidade de vida dos indivíduos1. São as mais comuns, representando 80% das úlceras de pernas, com prevalência global que varia de 0,06 a 3,6% 2. A terapia compressiva é um dos tratamentos mais recomendados, requerendo alguns pré-requisitos na sua aplicação, incluindo o índice de pressão tornozelo/braço – IPTB3. A alta compressão (IPTB > 0,8) só deve ser usada em pacientes sem comprometimento arterial (Borges, Caliri & Haas, 2007). Aumenta a taxa de cicatrização de úlceras venosas, comparado com o tratamento sem compressão4. A amostra é constituída por 9 utentes, 6 do sexo feminino e 3 masculino, com idades compreendidas entre os 39 anos e os 75 anos. Foi monitorizada a ferida no inicio do tratamento. Verificou-se evolução positiva da cicatrização passadas duas semanas de aplicação da ligadura. Foi obtida uma taxa de sucesso de 100%. A 55,56% dos utentes foi cicatrizada totalmente a ferida até as 8 semanas, 22,22% ao fim de 12 semanas e os outros 22,22% mais de 12 semanas. Os resultados sugerem que o uso de terapia compressiva aumenta a taxa de cicatrização de úlceras venosas, com benefícios na cicatrização, custo efectivo dos tratamentos e qualidade de vida dos portadores de úlcera venosa. Estes resultados são corroborados por imensos autores, entre os quais salientamos1,5. As úlceras de perna são um problema comum a nível mundial com grandes repercussões nos sistemas de saúde e na vida dos doentes. Por isso é de extrema importância a utilização da terapia compressiva dados os excelentes resultados que se têm obtido na cura da úlcera venosa.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/7530
ISBN: 978-972-745-127-2
Versão do Editor: http://www.ipb.pt/jornadas_farmacia/index.php
Appears in Collections:CE - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ligaduras de compressão em úlceras venosas.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia