Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências de Enfermagem >
CE - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/7530

Título: Ligaduras de compressão em úlceras venosas
Autor: Praça, Maria Isabel Fernandes
Brás, Manuel
Anes, Eugénia
Brás, Fátima
Geraldes, Maria de Fátima
Palavras-chave: Úlceras venosas
Tornozelo/braço
Terapia
Compressiva
Índice de pressão
Issue Date: 2012
Editora: Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico de Bragança
Citação: Praça, Isabel; Brás, Manuel; Anes, Eugénia; Brás, Fátima; Geraldes, Fátima (2012) - Ligaduras de compressão em úlceras venosas. In Ias Jornadas Farmácia. Farmácia de Hoje, Fármacos de Amanhã. Bragança: IPB, ESSa. p. 177-184. ISBN 978-972-745-127-2
Resumo: As úlceras venosas causam significante impacto social e económico e são extremamente incapacitantes, afectam de modo significativo a produtividade e a qualidade de vida dos indivíduos1. São as mais comuns, representando 80% das úlceras de pernas, com prevalência global que varia de 0,06 a 3,6% 2. A terapia compressiva é um dos tratamentos mais recomendados, requerendo alguns pré-requisitos na sua aplicação, incluindo o índice de pressão tornozelo/braço – IPTB3. A alta compressão (IPTB > 0,8) só deve ser usada em pacientes sem comprometimento arterial (Borges, Caliri & Haas, 2007). Aumenta a taxa de cicatrização de úlceras venosas, comparado com o tratamento sem compressão4. A amostra é constituída por 9 utentes, 6 do sexo feminino e 3 masculino, com idades compreendidas entre os 39 anos e os 75 anos. Foi monitorizada a ferida no inicio do tratamento. Verificou-se evolução positiva da cicatrização passadas duas semanas de aplicação da ligadura. Foi obtida uma taxa de sucesso de 100%. A 55,56% dos utentes foi cicatrizada totalmente a ferida até as 8 semanas, 22,22% ao fim de 12 semanas e os outros 22,22% mais de 12 semanas. Os resultados sugerem que o uso de terapia compressiva aumenta a taxa de cicatrização de úlceras venosas, com benefícios na cicatrização, custo efectivo dos tratamentos e qualidade de vida dos portadores de úlcera venosa. Estes resultados são corroborados por imensos autores, entre os quais salientamos1,5. As úlceras de perna são um problema comum a nível mundial com grandes repercussões nos sistemas de saúde e na vida dos doentes. Por isso é de extrema importância a utilização da terapia compressiva dados os excelentes resultados que se têm obtido na cura da úlcera venosa.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/7530
ISBN: 978-972-745-127-2
Versão do Editor: http://www.ipb.pt/jornadas_farmacia/index.php
Appears in Collections:CE - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ligaduras de compressão em úlceras venosas.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE