Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6970

Título: Sistemática
Autor: Aguiar, Carlos
Palavras-chave: Botânica
Sistemática botânica
Issue Date: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Bragança
Citação: Aguiar, Carlos (2012) – Sistemática. In Botânica para ciências agrárias e do ambiente. Vol. 3. Bragança: Instituto Politécnico. ISBN 978-972-745-125-8
Resumo: “Classificar objetos é uma prerrogativa humana baseada na capacidade da mente de conceptualizar e reconhecer a presença de propriedades similares em objetos individuais. Propriedades e classes são abstrações1 relacionadas entre si: quando uma propriedade é atribuída a um objeto, então o objeto torna-se membro de uma classe particular definida por aquela propriedade”, explica W. V. Quine (1987). Classificar organismos, ecossistemas, sinais, formas, estruturas, comportamentos é, então, uma capacidade inata2 que a mente humana realiza, geralmente, de forma involuntária e sem esforço. As classes caracterizam-se por um dado conjunto de propriedades; a presença dessas propriedades agrega objetos a classes. Cada classe tem a si associado um conceito3 formalizado pelas suas propriedades. Atribuir um nome científico, de qualquer categoria (e.g. espécie e família), a uma planta, i.e. outorgar uma planta a uma dada classe – a um dado taxon (vd. Conceitos e objetivos da taxonomia) – envolve o reconhecimento da presença de um conjunto de propriedades. O mesmo acontece quando se aplicam nomes vulgares. Identificar uma planta com o nome Prunus avium, ou «cerejeira», pressupõe que se trata de uma de árvore de tronco acinzentado que se destaca por tiras horizontais, com folhas serradas, flores completas de pétalas brancas e estames indefinidos, polinizada por insectos, que produz frutos comestíveis, e por aí adiante. Uma planta cabe no conceito de P. avium – uma classe de organismos vegetais com a categoria de espécie – quando nela se reconhecem as propriedades de ser Prunus avium. Os nomes científicos ou vulgares são uma expressão sintética de um conjunto de propriedades que se consubstanciam num conceito; um nome por si só de pouco vale.
URI: http://hdl.handle.net/10198/6970
ISBN: 978-972-745-125-8
Appears in Collections:BB - Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2013 3º Vol Sistemática.pdf6,43 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE