Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Tecnologias de Diagnóstico Terapêutica >
DTDT - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6875

Título: Prevalência de síndrome metabólica nos utentes de uma farmácia do distrito de Bragança
Autor: Lopes, Filipa
Lopes, Márcia
Serra, Isabel
Pereira, Olívia R.
Palavras-chave: Síndrome metabólica
Prevalência
Resistência à insulina
Doenças cardiovasculares
Issue Date: 2012
Editora: Escola Superior de Saúde - Instituto Politécnico de Bragança
Citação: Lopes, Filipa; Lopes, Márcia; Serra, Isabel; Pereira, Olívia R. ( 2012) - Prevalência de síndrome metabólica nos utentes de uma farmácia do distrito de Bragança. Farmácia de Hoje, Fármacos de Amanhã/ Ias Jornadas Farmácia ESSA-IPB. ISBN 978-972-745-127-2. p. 59-66
Resumo: A síndrome metabólica (SMet), um conjunto de diversos factores de risco cardiovasculares como obesidade, elevados valores de glicemia em jejum, dislipidemia e hipertensão arterial, encontra-se frequentemente associada a factores como tabagismo, stress, sedentarismo e alimentação inadequada atinge várias regiões do mundo, constituindo um preocupante problema de saúde pública a nível mundial. O desenvolvimento deste estudo foi motivado pela carência de dados nacionais sobre a ocorrência de SMet, apresentando assim, como objectivo geral caracterizar a sua prevalência na população de Bragança. Para tal, a uma amostra aleatória da base populacional, constituída por 80 utentes de uma Farmácia do distrito de Bragança, foi aplicado um pequeno questionário e medidos, seguidamente, os parâmetros como perímetro da cintura, colesterol, pressão arterial e glicemia em jejum. Os dados demonstraram que a média de idades dos indivíduos, com idade superior a 18 anos, estudados foi de 60 anos, sendo que 61% eram mulheres. Para diagnóstico da SM, utilizou-se o «Third Report of the National Cholesterol Education Program Expert Panel on Detection, Evaluation, and Treatment of High Blood Cholesterol in Adults» (APT-III). A prevalência bruta foi de 7,5% e a frequência de SMet maior em homens (9,7%) que em mulheres (6,1%) e mais elevada entre aqueles com idade > 40 anos (8,5%). Ainda, a maior parte refere não fazer qualquer tipo de dieta, aproximadamente metade ingere bebidas alcoólicas e cerca de um terço é fumador. Em conclusão, a elevada prevalência da SMet justifica a atenção que deve ser dada ao controlo e tratamento dos factores associados, de forma a retardar ou evitar consequências futuras, como diabetes e doença cardiovascular.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6875
ISBN: 978-972-745-127-2
Versão do Editor: www.ipb.pt/jornadas_farmacia/imagens/itf96.pdf
Appears in Collections:DTDT - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
SindromeMetabolica_Ias Jornadas de Farmacia ESSa IPB.pdf1,34 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia