Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências Sociais e Gerontologia >
CSG - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6849

Título: Educação emocional como ferramenta propiciadora de emoções positivas
Autor: Almeida, Ana
Veiga-Branco, Augusta
Palavras-chave: Educação emocional
Psicologia positiva
Emoções positivas
Issue Date: 2012
Editora: Asociación Nacional de Psicología Evolutiva y Educativade la Infancia, Adolescencia Mayores y Discapcidad (INFAD)
Citação: Almeida, Ana; Veiga-Branco, Augusta (2012) - Educação emocional como ferramenta propiciadora de emoções positivas. International Journal of Developmental and Educational Psycology. ISSN 0214-9877. 4:1, p. 53-61
Relatório da Série N.º: 1;4
Resumo: O presente estudo parte do reconhecimento da simbiose entre os conceitos de Psicologia Positiva (Seligman y Csikszentmihalyi, 2000) e da Educação Emocional (Bisquerra, 2000; Veiga Branco 2004, 2005, 2007) no sentido de capacitar os sujeitos para a promoção de sentimentos positivos. Assim, o que aqui se assume como objetivo, é reconhecer os efeitos da formação em Educação Emocional, relativamente a uma amostra de 35 professores do ensino secundário do norte e sul de Portugal, através das unidades discursivas obtidas a partir das respostas a um guião de entrevista (Tuckman, 2000). Os resultados expõem uma árvore categorial com 4 categorias primárias e 10 secundárias que apresentam efeitos intra e interpessoais expressivos das reflexões pós formação, e da consequente preparação pessoal na aplicação das estratégias aprendidas. Em conclusão, verifica-se a corroboração da proposta inicial segundo o modelo aplicado na formação mas não exatamente como é teoricamente formulado.
Descrição: Partimos das questões: - Será que podem ser conciliados os conceitos de Psicologia Positiva e de E.E., com finalidade reforçadora entre si? - Será que podem ser encontrados efeitos pós formação, exemplificativos dos objectivos apresentados por Bisquerra (2003)? - Qual a percepção destes professores, relativamente ao efeito da formação? São identificáveis pelos formandos? A que nível? Assim, desenvolveu-se este estudo transversal, de carácter qualitativo, para, a partir das respostas às questões colocadas em entrevista, (num guião construído para o efeito), apresentar uma “teoria fundamentada nos dados”, apresentar os efeitos desta formação em Educação Emocional. Objetivos - Avaliar a formação em E.E., nas vertentes intrapessoal e interpessoal. - Identificar percepções de sentimentos emocionais e efeitos terapêuticos.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6849
ISSN: 0214-9877
Versão do Editor: http://www.infad.eu
Appears in Collections:CSG - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
EE- Emoções Positivas.pdf427,03 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia