Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências Sociais e Gerontologia >
CSG - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6849

Título: Educação emocional como ferramenta propiciadora de emoções positivas
Autor: Almeida, Ana
Veiga-Branco, Augusta
Palavras-chave: Educação emocional
Psicologia positiva
Emoções positivas
Issue Date: 2012
Editora: Asociación Nacional de Psicología Evolutiva y Educativade la Infancia, Adolescencia Mayores y Discapcidad (INFAD)
Citação: Almeida, Ana; Veiga-Branco, Augusta (2012) - Educação emocional como ferramenta propiciadora de emoções positivas. International Journal of Developmental and Educational Psycology. ISSN 0214-9877. 4:1, p. 53-61
Relatório da Série N.º: 1;4
Resumo: O presente estudo parte do reconhecimento da simbiose entre os conceitos de Psicologia Positiva (Seligman y Csikszentmihalyi, 2000) e da Educação Emocional (Bisquerra, 2000; Veiga Branco 2004, 2005, 2007) no sentido de capacitar os sujeitos para a promoção de sentimentos positivos. Assim, o que aqui se assume como objetivo, é reconhecer os efeitos da formação em Educação Emocional, relativamente a uma amostra de 35 professores do ensino secundário do norte e sul de Portugal, através das unidades discursivas obtidas a partir das respostas a um guião de entrevista (Tuckman, 2000). Os resultados expõem uma árvore categorial com 4 categorias primárias e 10 secundárias que apresentam efeitos intra e interpessoais expressivos das reflexões pós formação, e da consequente preparação pessoal na aplicação das estratégias aprendidas. Em conclusão, verifica-se a corroboração da proposta inicial segundo o modelo aplicado na formação mas não exatamente como é teoricamente formulado.
Descrição: Partimos das questões: - Será que podem ser conciliados os conceitos de Psicologia Positiva e de E.E., com finalidade reforçadora entre si? - Será que podem ser encontrados efeitos pós formação, exemplificativos dos objectivos apresentados por Bisquerra (2003)? - Qual a percepção destes professores, relativamente ao efeito da formação? São identificáveis pelos formandos? A que nível? Assim, desenvolveu-se este estudo transversal, de carácter qualitativo, para, a partir das respostas às questões colocadas em entrevista, (num guião construído para o efeito), apresentar uma “teoria fundamentada nos dados”, apresentar os efeitos desta formação em Educação Emocional. Objetivos - Avaliar a formação em E.E., nas vertentes intrapessoal e interpessoal. - Identificar percepções de sentimentos emocionais e efeitos terapêuticos.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6849
ISSN: 0214-9877
Versão do Editor: http://www.infad.eu
Appears in Collections:CSG - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
EE- Emoções Positivas.pdf427,03 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia