Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6502

Título: Caracterização de focos de mortalidade de escolitídeos (Coleoptera: Scolitydae) em povoamentos de pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.) do Perímetro Florestal da Serra da Meia Via e Marão (Amarante)
Autor: Gazo, Joaquin
Pinto, M. Alice
Castro, João Paulo
Corte-Real, Luís
Palavras-chave: Escolitídeos
Pinheiro bravo
Técnica de salvamento
Protecção integrada
Issue Date: 2005
Editora: SPCF
Citação: Gazo, Joaquin; Pinto, M. Alice; Castro, João Paulo; Corte-Real, Luis (2005) - Caracterização de focos de mortalidade de escolitídeos (Coleoptera: Scolitydae) em povoamentos de pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.) do perímetro florestal da Serra da Meia Via e Marão (Amarante). In 5º Congresso Florestal Nacional. Viseu. ISBN 972-99656-0-9
Resumo: Este estudo pretende contribuir para a protecção integrada do pinheiro bravo (Pinus pinaster) no que diz respeito aos insectos sobcorticais escolitídeos (Coleoptera: Scolytidae) através da aplicação do meio de luta cultural designado salvamento. Este meio de luta consiste no corte de todas as árvores mortas, ou com sintomatologia de ataque, e de uma faixa de árvores sãs à volta do foco de mortalidade. Neste estudo procedeu-se em primeiro lugar ao levantamento e caracterização dos focos de mortalidade existentes em povoamento puros e regulares de pinheiro bravo do Perímetro florestal da Serra do Marão, Meia Via e Ordem. Os focos de mortalidade foram georreferenciados e avaliadas diversas variáveis qualitativas e quantitativas da estação e dendrométricas com o objectivo de determinar aquelas que podem estar correlacionadas com o ataque destas pragas. Os resultados desta análise são apresentados. Após caracterização foram seleccionados focos de mortalidade onde se aplicaram duas modalidades (faixa cortada de 20 m de árvores sãs com e sem intervenção cultural no povoamento) da técnica cultural de salvamento. Estas parcelas serão seguidas nos próximos anos e comparadas com parcelas testemunha.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6502
ISBN: 972-99656-0-9
Appears in Collections:ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Resumo.pdf447,01 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE