Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6502

Título: Caracterização de focos de mortalidade de escolitídeos (Coleoptera: Scolitydae) em povoamentos de pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.) do Perímetro Florestal da Serra da Meia Via e Marão (Amarante)
Autor: Gazo, Joaquin
Pinto, M. Alice
Castro, João Paulo
Corte-Real, Luís
Palavras-chave: Escolitídeos
Pinheiro bravo
Técnica de salvamento
Protecção integrada
Issue Date: 2005
Editora: SPCF
Citação: Gazo, Joaquin; Pinto, M. Alice; Castro, João Paulo; Corte-Real, Luis (2005) - Caracterização de focos de mortalidade de escolitídeos (Coleoptera: Scolitydae) em povoamentos de pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.) do perímetro florestal da Serra da Meia Via e Marão (Amarante). In 5º Congresso Florestal Nacional. Viseu. ISBN 972-99656-0-9
Resumo: Este estudo pretende contribuir para a protecção integrada do pinheiro bravo (Pinus pinaster) no que diz respeito aos insectos sobcorticais escolitídeos (Coleoptera: Scolytidae) através da aplicação do meio de luta cultural designado salvamento. Este meio de luta consiste no corte de todas as árvores mortas, ou com sintomatologia de ataque, e de uma faixa de árvores sãs à volta do foco de mortalidade. Neste estudo procedeu-se em primeiro lugar ao levantamento e caracterização dos focos de mortalidade existentes em povoamento puros e regulares de pinheiro bravo do Perímetro florestal da Serra do Marão, Meia Via e Ordem. Os focos de mortalidade foram georreferenciados e avaliadas diversas variáveis qualitativas e quantitativas da estação e dendrométricas com o objectivo de determinar aquelas que podem estar correlacionadas com o ataque destas pragas. Os resultados desta análise são apresentados. Após caracterização foram seleccionados focos de mortalidade onde se aplicaram duas modalidades (faixa cortada de 20 m de árvores sãs com e sem intervenção cultural no povoamento) da técnica cultural de salvamento. Estas parcelas serão seguidas nos próximos anos e comparadas com parcelas testemunha.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6502
ISBN: 972-99656-0-9
Appears in Collections:ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Resumo.pdf447,01 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia