Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Capítulos em Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/5906

Título: Implicações das técnicas de preparação do terreno na qualidade do solo em sistemas florestais
Autor: Fonseca, Felícia
Martins, Afonso
Figueiredo, Tomás de
Nogueira, Clotilde
Guerra, Alzira
Palavras-chave: Preparação do terreno
Espécies florestais
Qualidade do solo
Issue Date: 2007
Editora: Sociedad Española de la Ciencia del Suelo
Citação: Fonseca, Felícia; Martins, Afonso; Figueiredo, Tomás de; Nogueira, Clotilde; Guerra, Alzira (2007) - Implicações das técnicas de preparação do terreno na qualidade do solo em sistemas florestais. In Bellinfante, N.; Jordán, A. Tendencias actuales de la ciencia del suelo. Sevilla: Sociedad Española de la Ciencia del Suelo. p. 498-506. ISBN 978-84-690-4129-1
Resumo: A avaliação da qualidade do solo constitui uma importante ferramenta para observação da sustentabilidade das práticas de manejo do solo. Nesse sentido, aplicou-se uma metodologia de avaliação a sete modalidades de preparação do terreno (tratamentos) com diferentes intensidades (ligeira, intermédia e intensiva), para observação dos impactes sobre parâmetros qualitativos do solo. Os tratamentos considerados foram: (1) testemunha, sem mobilização (TSMO); (2) plantação à cova, com broca rotativa (SMPC); (3) ripagem contínua, seguida de lavoura localizada com riper equipado com aivequilhos (RCAV); (4) sem ripagem e armação do terreno em vala e cômoro (SRVC); (5) ripagem localizada e armação do terreno em vala e cômoro (RLVC); (6) ripagem contínua e armação do terreno em vala e cômoro (RCVC); (7) ripagem contínua seguida de lavoura contínua (RCLC). Em cada tratamento com armação do terreno em vala e cômoro (SRVC, RLVC, RCVC), foram observados 12 perfis do solo (4 na linha de plantação, 4 na entre linha, 4 no cômoro). Nos restantes tratamentos, dada a homogeneidade das parcelas, foram observados 4 perfis por tratamento. A avaliação da qualidade do solo foi realizada com base nas características morfológicas dos perfis de solos por observação no campo e nos resultados a analíticos de amostras de solo colhidas nos mesmos, nas profundidades 0-20; 20-40 e 40-60 cm. Os tratamentos SRVC, RLVC e RCLC apresentam espessura efectiva mais elevada tendo havido um acréscimo entre 30 a 40 cm relativamente à situação original. Igualmente apresentam os maiores teores de carbono e azoto totais na camada 20-40 cm e os menores na camada mineral superficial. De um modo geral, não ocorrem diferenças significativas entre tratamentos para as bases de troca, capacidade de troca catiónica, acidez de troca e grau de saturação em bases, bem como nos valores de pH. A percentagem das partículas de granulometria mais fina tende a aumentar com a intensidade de mobilização do solo, verificando-se comportamento inverso para a massa volúmica e resistência do solo à penetração. Nas condições do estudo, os tratamentos SRVC e RLVC mostraram ser as técnicas de preparação do terreno mais sustentáveis na instalação de povoamentos florestais.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/5906
ISBN: 978-84-690-4129-1
Appears in Collections:ARN - Capítulos em Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Fonseca et al CICS Huelva (2007).pdf2,49 MBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE