Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Tecnologia e Gestão >
Teses de Mestrado >
GO - Gestão das Organizações >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/5455

Título: Consumo de substâncias psicoactivas em estudantes do Instituto Politécnico de Bragança: significações e prevalências
Autor: Morais, Óscar Valdemar
Orientador: Galvão, Ana Maria
Duarte, António J.S.T.
Palavras-chave: Substâncias psicoactivas
Alunos do ensino superior
Consequências
Issue Date: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Citação: Morais, Óscar Valdemar (2011) - Consumo de substâncias psicoactivas em estudantes do Instituto Politécnico de Bragança: significações e prevalências. Bragança: Escola Superior de Tecnologia e Gestão. Dissertação de Mestrado em Gestão das Organizações – Ramo de Gestão de Unidades de Saúde
Resumo: Como objectivo, pretende-se determinar as condutas de consumo de drogas lícitas e ilícitas em estudantes do IPB, tivemos em conta o contexto geográfico de pesquisa, algumas variáveis sociodemográficas e psicossociais. No que concerne às variáveis psicossociais, destacamos a percepção do funcionamento familiar operacionalizadas de acordo com o Teste do Apgar familiar, testado para a população portuguesa, aceite (Saameño et. al., 1996; Gardner et. al., 2001). Pela curiosidade da análise e comparação com resultados obtidos no estudo efectuado por Alves (2007), necessária gestão de recursos humanos, materiais e equipamentos, que têm sido utilizados e necessariamente cada vez mais o serão, na perspectiva da organização estrutural, mobilização, metodologia, formação e distribuição de materiais na realização de eventos, como a recepção ao caloiro e semana académica. É um estudo epidemiológico, exploratório, descritivo, correlacional e transversal, quantitativo. Foi aplicado um questionário (ISPEIPB, Anexo I), recomendado pela OMS, utilizado no estudo de Alves et. al., (2007). Seleccionada uma amostra de 384 estudantes, numa população de 6213 alunos, distribuídos pelas cinco escolas do IPB. Conclusões: 97,14%, experimentaram pelo menos uma vez Tabaco, Álcool ou Drogas; 2,86% dos alunos, referiram nunca ter experimentado qualquer uma das substâncias; 15,4% dos alunos, pertencem a famílias com disfunção moderada; Comparando os resultados por sexo, concluímos que é o sexo masculino quem mais experimenta Tabaco (79,4% vs. 70,1% do sexo feminino) e também quem mais consome (40,0% vs. os 25,0% do sexo feminino); Relativamente ao consumo continuado de álcool, ambos os sexos têm valores muito aproximados, feminino (88,28%) e masculino (88,00%), não sugerindo dependência do padrão de consumo em relação ao sexo. Estes resultados, levam-nos a reflectir na necessidade de implementarmos uma gestão organizacional, na perspectiva da prevenção e na redução de riscos/minimização de danos, nesta população sensível. Through this study, we aimed to determine the patterns of legal and illegal drugs use, among students of the fives schools included in the Polytechnic Institute of Bragança (IPB), allowing for the geographic environment of the research, as well as for some socio-demographic and psycho-social variables. As for the psycho-social variables, we point out the perception of family functioning, that we analyze according to Apgar family tests, already used in Portuguese population, and whose adequacy has been accepted (Saameño et. al., 1996; Gardner, et. al., 2001). It also aroused our curiosity, the analysis and the confrontation with the results achieved from the study of Alves (2007), and the proper management of human resources, materials and equipments that have been used, and necessarily will be used more and more, in the scope of structural organization, mobilization, methodology, training, as well as materials sharing in college events, as freshman parties and academic week. This is an epidemiological, exploratory, descriptive, co relational and transversal study, with quantitative nature, that comes next to an inquiry (ISPEIPB) that was held based on the’ recommendations of OMS, and also based on the study carried out by Alves et. al., (2007). It was settled a group of 384 students, from the five schools of IPB, which has a total population of 6.213 pupils. According to the results, we point out the following: Most of the students, 97,14%, have experienced, at least one time, the use of Cigarettes, Alcohol or Drugs; Only 2,86% of the students referred never have tried any of these substances; It’s important to note that 15,4% of the students come from families with moderate dysfunction; When we compare the results by sex, we conclude that male are the ones who experience more cigarettes (79,4% vs 70,1% of female) and are also the ones who consume more drugs (40,0% vs 25,0% females); Concerning continuous consumption of alcohol, the results of both sexes have very close, female 88,28% and male 88,00%, so we conclude there’s no dependency of pattern consumption in relation to sex. These results make us reflect on the need to fulfill a proposal for organizational management, with a view to prevent and reduce the risks/damages, in this vulnerable population.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/5455
Appears in Collections:GO - Gestão das Organizações

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Óscar_Morais_MGO_2011_Ramo de Gestão de Unidades de Saúde.pdf.pdf1,44 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE