Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Relatórios Técnicos/Científicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/5368

Título: Avaliação ambiental estratégica do programa de desenvolvimento rural de Portugal 2007-2013: Continente
Autor: Domingos, Tiago
Rosas, Cátia
Teixeira, Ricardo
Aguiar, Carlos
Calouro, Fátima
Borges, José C.
Belo, C. Carmona
Domingos, José J.D.
Ferreira, Teresa
Freitas, Helena
Magalhães, Manuela R.
Ribeiro, Luís
Malcata, Francisco X.
Palavras-chave: Avaliação Ambiental Estratégica
Portugal
Issue Date: 2006
Editora: Instituto Superior Técnico
Citação: Domingos, Tiago; Rosas, Cátia; Teixeira, Ricardo; Aguiar, Carlos; Calouro, Fátima; Borges, José; Belo, Carlos; Domingos, José; Ferreira, Teresa; Freitas, Helena; Magalhães, Manuela; Ribeiro, Luis; Malcata, Francisco (2006) - Avaliação Ambiental Estratégica do Programa de Desenvolvimento Rural de Portugal 2007-2013 – Continente. Lisboa: Instituto Superior Técnico
Resumo: O Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2007-2013 estabelece o conjunto de medidas, e dentro de cada uma destas as acções e subacções, conducentes ao cumprimento dos objectivos estabelecidos pelo Plano Estratégico Nacional (PEN) de Desenvolvimento Rural 2007-2013. O PEN surge num momento em que a situação do mundo rural português tem apresentado melhorias em termos de bem-estar social, mas ainda assim com perda de competitividade económica local e nacional e de forma assimétrica em termos territoriais. Isto é particularmente verdade para os sectores agrícola, florestal e agro-industrial, que porém falharam o objectivo essencial de criação de riqueza, sendo que os resultados mais visíveis foram a estagnação da produção e o aumento do deficit da balança alimentar. É então dentro das actividades agro-florestais que o PEN elege o seu raio preferencial de acção, dada a sua importância ao nível económico, ambiental e social. Assim, o factor determinante das políticas do próximo período deve ser o aumento da competitividade de empresas e territórios agrícolas, numa lógica de desenvolvimento sustentável. Para atingir este objectivo, é essencial que exista um forte envolvimento de todos os agentes e partes interessadas, o que requer uma aposta adicional na qualificação dos envolvidos
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/5368
Appears in Collections:BB - Relatórios Técnicos/Científicos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2006 PDRural_AAE.pdf3,19 MBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE