Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Educação >
Departamento de Ciências do Desporto e Educação Física >
DCDEF - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/5332

Título: Lesão muscular esquelética induzida por diferentes protocolos de exercício físico exaustivo e inabitual
Autor: Magalhães, Pedro M.
Barbosa, Tiago M.
Lopes, Vítor P.
Guerra, M.
Neuparth, M.
Duarte, José Alberto
Palavras-chave: Miopatia do exercício
Exercício concêntrico
Exercício excêntrico
Jovens adultos
Issue Date: 2001
Editora: Escola Superior de Desporto de Rio Maior
Citação: Magalhães, Pedro M.; Barbosa, Tiago M.; Lopes, Vítor P.; Guerra M.; Neuparth, M.; Duarte, José Alberto Ramos (2001) - Lesão muscular esquelética induzida por diferentes protocolos de exercício físico exaustivo e inabitual. In Investigação em Exercício e Saúde. p. 53-61. ISBN 972-98235-4-5
Resumo: Após a realização de exercícios exaustivos e/ou inabituais, tem sido observado um aumento da concentração sanguínea de leucócitos, especialmente de neutrófilos. No entanto, esta constatação não tem uma correspondência directa no estado de activação destas células. Assim, os objectivos deste estudo foram: (1) Induzir diferentes intensidades de agressão/lesão muscular, nos elementos da amostra estudada; (2) Analisar as alterações agudas das concentrações sanguíneas de neutrófilos, induzidas por diferentes protocolos de exercício físico exaustivo e inabitual; (3) Analisar a actividade dos neutrófilos sanguíneos após a realização dos diferentes protocolos de exercício fisico. A amostra foi constituída por 20 indivíduos do sexo masculino, não treinados, tendo sido divididos em dois grupos (n=10 cada). O grupo A (21,7±1,7 de idade) executou um exercício de elevação de um haltere (70% de 1RM), realizando apenas força concêntrica; o grupo B (21,8±1,7 de idade) executou um exercício de abaixamento do haltere (70% de 1 RM), realizando apenas força excêntrica. Foram medidas a Força Máxima Isométrica Voluntária (FMIV), a concentração plasmática da Creatina Kinase (CK) - como indicadores de lesão muscular -, a concentração sanguínea de neutrófilos e a actividade plasmática da lactoferrina. Todas as avaliações foram realizadas nos momentos: préexercício, O horas, 1 hora, 3 horas, 24 horas, 48 horas e 72 horas após o exercício. A observação dos sinais e sintomas de lesão muscular, sugerem ter ocorrido maiores índices de lesão muscular. no grupo B, relativamente ao grupo A, tendo evidenciado uma diminuição mais acentuada da FMIV e uma maior actividade da CK, em quase todos os momentos pós-exercício do protocolo experimental. Embora a variação percentual da concentração sanguínea de neutrófilos tenha sido superior no grupo B em todos os momentos, foi observada uma maior actividade plasmática da lactoferrina do grupo A, nos momentos O horas, 1 hora, 3 horas, 24 horas e 48 horas após o exercício. Estas observações sugerem que embora tenham sido observados indicadores indirectos de lesão muscular mais acentuados no grupo B após o exercício, assim como uma maior concentração sanguínea de neutrófilos, foi o grupo A que evidenciou uma maior actividade dos neutrófilos ao nível sistémico. Em conclusão, a actividade plasmática da lactoferrina não está correlacionada com o maior grau de lesão muscular evidenciado pelo grupo B e, a evidência de uma maior concentração percentual de neutrófilos no sangue, não implica que os mesmos estejam num estado activo.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/5332
ISSN: 972-98235-4-5
Appears in Collections:DCDEF - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
IEScd_2003_Rio Maior_2.pdf297,83 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE