Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/5312

Título: Repovoamento e transferência de trutas para recuperação de rios de salmonídeos: soluções ou ameaças?
Autor: Cortes, R.
Teixeira, Amílcar
Pereira, C.
Palavras-chave: Repovoamento
Transferência
Trutas
Ordenamento das pescas
Issue Date: 1998
Editora: EFN, Lisboa
Citação: Cortes R.M.V.; Teixeira A.; Pereira C. (1998) - Repovoamento e transferência de trutas para recuperação de rios de salmonídeos: soluções ou ameaças? Silva Lusitana. ISSN 0870-6352. 6:1, p. 1-17
Resumo: Sendo o repovoamento de salmonídeos uma actividade designada por fomento piscícola das águas interiores, com uma larga aplicação em numerosos cursos de água do centro e norte do nosso país, interessava levar a cabo uma avaliação crítica deste procedimento. Utilizando a metodologia corrente entre nós, foram libertadas trutas marcadas de idade 1+ em três cursos de água: Rios Olo, Sabor e Poio, tendo-se, neste rio, utilizado simultaneamente indivíduos 0+. Paralelamente, esta técnica foi comparada, para o rio Sabor, com a transferência de trutas selvagens, com origem no mesmo rio ou noutra bacia (Rio Sordo). No que concerne ao repovoamento resultaram claras as suas limitações: a) forte agregação espacial dos peixes com progressiva diminuição da sua condição; b) variabilidade de resultados, dependendo numas situações de factores de competição intra-específica e, noutras, do próprio habitat; c) impacte negativo sobre as trutas autóctones e diferencial de acordo com cada classe de idade. Já a transferência de trutas revelou resultados mais satisfatórios derivado da superior dispersão espacial, estando a sua repartição intimamente ligada com as características físicas do meio. Todavia, a possível competição com a população nativa não permite que aqueles indivíduos ocupem os melhores habitats.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/5312
ISSN: 0870-6352
Appears in Collections:ARN - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
1998 Cortes et al Silva lusitana.pdf4,84 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia