Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/5198
Título: Avaliação da qualidade sensorial de carne de borrego Terincho. Efeito do sexo e do peso da carcaça
Autor: Rodrigues, Sandra
Pereira, Etelvina
Silva, S.
Santos, V.
Azevedo, Jorge
Teixeira, A.
Data: 2009
Editora: UTAD
Citação: Rodrigues, S; Pereira, E; Silva, S; Santos, V; Azevedo, J; Teixeira, A (2009) - Avaliação da qualidade sensorial de carne de borrego terincho. Efeito do sexo e do peso da carcaça. In XVIII Congresso de Zootecnia. Vila Real. p. 310-314
Resumo: O objectivo principal deste trabalho e a caracterização sensorial de Borrego Terrincho, um produto com Denominação de Origem Protegida. Foram estudados os efeitos do sexo e do peso da carcaça. Foram avaliados as atributos sensoriais de dureza, suculência, intensidade e qualidade do flavour, intensidade do odor, fibrosidade, intensidade do sabor doce e aceitabilidade geral, em 28 fêmeas e 29 machos agrupados em Ires classes de peso de carcaça, entre 3 e 9 kg. A qualidade sensorial da carne foi avaliada por um painel de provadores treinado de 11 elementos, em cinco sessões. A carne foi previamente cozinhada num forno convencional ate que a temperatura interna atingisse as 70ge. De seguida a carne foi cortada em pedaços de 2x2xO,5 em e entregue aos membros do painel para avaliação segundo uma metodologia convencional. Os dados foram analisados recorrendo a uma Analise Procrusteana Generalizada, para minimizar as diferenças entre provadores. Os dois primeiros factores resultantes da análise explicaram 68,2% da variabilidade total. O efeito do sexo não foi detectado de forma evidente pelos provadores. No entanto, as mesmos conseguiram diferenciar as carnes de animais de pesos de carcaça distintos. Assim, os provadores avaliaram os animais mais pesados como mais duros e com odor e flavour mais intensos enquanto os animais mais leves foram considerados mais suculentos. Foram, também, as cordeiros com peso mais baixo aqueles que apresentaram maior aceitabilidade geral quando foi colocada essa questão aos provadores. Pode concluir-se, pela avaliação dos provadores que será mais adequado 0 abate dos cordeiros com pesos mais baixos pois serão melhor aceites pelos consumidores.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/5198
Aparece nas colecções:CA - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
APEZ 2.pdf1,69 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.