Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4673

Título: Actividade antioxidante de produtos da colmeia
Autor: Morais, Margarida
Moreira, Leandro
Pereira, Ana Paula
Estevinho, Leticia M.
Issue Date: 2009
Editora: Universidade dos Açores
Citação: Morais, Margarida; Moreira, Leandro; Pereira, Ana Paula; Estevinho, Leticia M. (2009) - Actividade antioxidante de produtos da colmeia. In 9º Encontro de Química dos Alimentos. Angra do Heroísmo. ISBN 978-989-20-1532-3
Resumo: A apicultura apresenta-se em Portugal como uma actividade que é necessário incentivar tanto pela produção de mel de qualidade, constituindo uma fonte de rendimento da população, quer pela produção de outros produtos da colmeia, tais como, própolis e pólen. O mel é um produto natural produzido pelas abelhas a partir do néctar de plantas, sendo o produto maioritário da colmeia. O própolis e o pólen são produtos secundários da colmeia, pouco valorizados no nosso país, provavelmente devido à escassez de estudos relativos à sua composição e propriedades farmacológicas. O própolis é uma substância recolhida de determinadas partes da planta. O pólen é o conjunto dos minúsculos grãos recolhidos nas flores pelas abelhas. Estes três produtos apresentam uma composição química variável e dependente da origem botânica, geográfica e das condições ambientais e sazonais. A sua constituição condiciona as suas propriedades biológicas, entre as quais a actividade antioxidante. Este trabalho teve como objectivo o estudo comparativo da actividade antioxidante de três produtos derivados da colmeia. Nos ensaios utilizaram-se dois tipos de cada um dos produtos, isto é: mel (claro e escuro), pólen (Bragança – Trás-os-Montes e Serra da Malcata – Beira Alta/Beira Baixa), e própolis (Bornes – Trás-os-Montes e Fundão – Beira Interior). A actividade antioxidante das amostras em estudo foi avaliada por dois métodos: poder redutor e efeito bloqueador de radicais livres de DPPH (2,2-diphenil-1-picrilhidrazil). Constatou-se para o mel, o própolis e o pólen diferentes actividades antioxidantes. Dos três produtos, o própolis foi o que apresentou maior poder antioxidante, seguindo-se o pólen e por último o mel. Apesar de se verificarem diferenças entre os dois métodos, os resultados foram idênticos. Adicionalmente, as amostras do mesmo produto evidenciaram distintas actividades, que podem estar relacionadas com a quantidade de compostos fenólicos presentes em cada amostra.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/4673
ISBN: 978-989-20-1532-3
Appears in Collections:BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
10 Aç.pdf205,86 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE