Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4669

Título: Própolis: efeito na fragilidade osmótica da membrana eritrocitária
Autor: Moreira, Leandro
Rogão, Mónica
Pereira, Ana Paula
Costa, Bruno
Pereira, Ermelinda
Morais, Margarida
Pombo, Graça
Estevinho, Leticia M.
Issue Date: 2009
Editora: Universidade dos Açores
Citação: Moreira, Leandro; Rogão, Mónica; Pereira, Ana Paula; Costa, Bruno; Pereira, Ermelinda; Morais, Margarida; Pombo, Graça; Estevinho, Leticia (2009) - Própolis: efeito na fragilidade osmótica da membrana eritrocitária. In 9º Encontro de Química dos Alimentos. Angra do Heroísmo. ISBN 978-989-20-1532-3
Resumo: Própolis é uma substância resinosa colhida das plantas, pelas abelhas. A composição do própolis depende da vegetação envolvente, da estação do ano, e da área da qual provém. Este produto da colmeia contém normalmente, uma grande variedade de compostos químicos, tais como polifenóis (flavonóides, ácidos fenólicos e ésters), esteróides e aminoácidos. A esferocitose hereditária (EH) é um tipo de anemia de transmissão hereditária que resulta da presença de eritrócitos microcíticos e hipercromicas, esféricos e sem palidez central. Clinicamente, os indivíduos apresentam normalmente desde condições assintomáticas até anemias hemolíticas graves. Os objectivos deste estudo foram avaliar o efeito de dois extractos de própolis, oriundos de diferentes regiões (Bornes – Trás-os-Montes; Fundão – Beira Interior), na fragilidade osmótica da membrana eritrocitária em pacientes com Esferocitose Hereditária. Para avaliar o efeito do própolis este foi extraído com DMSO (Dimetilsulfóxido), e posteriormente testado no sangue de dois indivíduos, um com esferocitose hereditária e outro sem esta patologia. O sangue utilizado foi obtido por punção venosa com EDTA sódico. No indivíduo portador da doença procedeu-se aos testes de fragilidade osmótica, tendo-se verificado que ambos os própolis demonstraram efeito sob a membrana do eritrócito, no entanto o efeito do própolis oriundo de Bornes - Trás-os-Montes foi mais acentuado comparativamente com o do Fundão – Beira Interior. Estes resultados abrem portas a investigações futuras, no sentido de elucidar os mecanismos pelos quais o própolis altera a fragilidade da membrana eritrocitária.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/4669
ISBN: 978-989-20-1532-3
Appears in Collections:BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
11Aç.pdf969,39 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia