Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Tecnologia e Gestão >
Mecânica Aplicada >
DMA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4326

Título: Influência do comportamento real das ligações em pórticos metálicos de travessas inclinadas
Autor: Nogueiro, Pedro
Palavras-chave: Estruturas
Metálicas
Issue Date: 2000
Citação: Nogueiro, Pedro (2000) - Influência do comportamento real das ligações em pórticos metálicos de travessas inclinadas. Coimbra: Universidade de Coimbra. Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil - Especialização em Estruturas.
Resumo: O objectivo deste trabalho consiste em estudar a influência do comportamento real das ligações em pórticos de travessas inclinadas. Todo o trabalho desenvolvido assenta na elaboração de análises: (i) elástica de 1.ª ordem, (ii) linear de estabilidade (cargas críticas), (iii) elástica de 2.ª ordem, (iv) elasto-plástica de 1.ª ordem e (v) elasto-plástica de 2.ª ordem, aplicadas a pórticos metálicos de travessas inclinadas. A estratégia seguida baseia-se no estudo do comportamento de pórticos metálicos, simulando a rigidez das ligações, através de uma lei de comportamento bi-linear. A rigidez atribuída a cada uma das ligações é alterada ao longo de cada análise, consoante se trate de uma ligação rotulada, semi-rígida ou rígida. Aplicam-se todas as análises, depois de devidamente calibradas, a um pórtico base (PB), apresentando-se logo de seguida os resultados de um estudo paramétrico mais abrangente, quer em gama estrutural quer em estados limites considerados. Depois, comparam-se os resultados alcançados através de métodos aproximados com os resultados obtidos através do programa de cálculo automático LUSAS [1], na determinação de cargas críticas e na determinação dos esforços de 2.ª ordem, procurando aqui avaliar algumas considerações presentes no Eurocódigo 3 (EC3) [2], relativamente aos intervalos que obrigam à consideração, ou não, dos efeitos de 2.ª ordem. Por último, apresenta-se a validação da análise dinâmica, finalizando o trabalho com as conclusões finais e os desenvolvimentos futuros.
URI: http://hdl.handle.net/10198/4326
Appears in Collections:DMA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação de mestrado - Pedro Nogueiro(1).pdf1,56 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE