Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Tecnologias de Diagnóstico Terapêutica >
DTDT - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4281

Título: Variação do peso de doentes oncológicos em quimioterapia
Autor: Martins, Marisa
Neves, Patrícia
Coelho, Sónia
Caldas, Valéria
Nabiço, Rui
Souza, Juliana
Palavras-chave: Peso
IMC
Cancro
Quimioterapia
Issue Date: 2008
Editora: Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica
Citação: Martins, Marisa; Neves, Patrícia; Coelho, Sónia; Caldas, Valéria; Nabiço, Rui; Souza, Juliana (2008) - Variação do peso de doentes oncológicos em quimioterapia. Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica. ISSN 1646-7183. II:2, p. 102-106
Relatório da Série N.º: Volume II;
Resumo: Introdução: O cancro representa 13% da mortalidade mundial e em Portugal diagnosticam-se, anualmente, entre 40 a 45 mil novos casos de cancro. A quimioterapia é largamente utilizada como terapia do cancro, um estado nutricional adequado pode reduzir complicações do tratamento. Muitos autores estudaram a alteração do peso induzida pela quimioterapia mas, enquanto que alguns mencionam que ocorre um aumento do peso, outros afirmam que há perda de peso. Objectivo: Avaliar a variação do peso corporal de doentes oncológicos antes e depois de realizarem quimioterapia. Materiais e métodos: Um estudo longitudinal e retrospectivo foi realizado no Serviço de Oncologia do Hospital de São Marcos de Braga. Foram incluídos no estudo todos os doentes com qualquer tipo de cancro, com idade superior a 18 anos e que iniciaram quimioterapia pela primeira vez no período entre Janeiro de 2007 e Abril de 2008, totalizando 130 indivíduos. A data de nascimento, o tipo de quimioterapia, o tipo de cancro, o número de ciclos de quimioterapia, a altura, o peso antes de iniciar a quimioterapia e o peso entre sexto e o sétimo mês após o início da quimioterapia, foram os dados recolhidos através da análise dos processos clínicos Resultados/Discussão: Verificou-se que, em média, o peso corporal aumentou significativamente 2,13 Kg após seis meses de quimioterapia (p=0,004), aumentando também o IMC 0,79 kg/m2 (p=0,006). Este aumento de peso pode dever-se ao facto de a quimioterapia reduzir o tumor, o que leva a uma melhor deglutição e a um aumento da quantidade de alimentos ingeridos que favorece o aumento de peso.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/4281
ISSN: 1646-7183
Versão do Editor: Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica.
Appears in Collections:DTDT - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
APNEP 2008.pdf3,08 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia