Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3904

Título: Caracterização da fertilidade química de lameiros do nordeste transmontano
Autor: Pereira, Ermelinda
Arrobas, Margarida
Palavras-chave: Pastagens
Lameiros
Fertilidade
Issue Date: 2010
Editora: SPPF
Citação: Pereira, Ermelinda Lopes; Arrobas, Margarida (2010) - Caracterização da fertilidade química de lameiros do nordeste transmontano. In IV Reunião Ibérica de Pastagens e Forragens. Zamora. p. 81-86
Resumo: Os lameiros são pastagens de montanha, constituídos por vegetação espontânea ou sub-espontânea. Possuem uma importância secular na região do Nordeste Transmontano como suporte da alimentação dos efectivos pecuários. Com o objectivo de caracterizar o estado de fertilidade química destas pastagens procedeu-se à amostragem de solos em 7 lameiros, distribuídos pelo Nordeste Transmontano, na camada 0-30 cm. Os parâmetros químicos analisados foram: pH (H2O), matéria orgânica, azoto, fósforo, potássio e capacidade de troca catiónica efectiva (CTCe). Os valores de pH (H2O) variaram entre 5,1 e 6,3, valores ácido e pouco ácido, respectivamente; os teores de matéria orgânica variaram entre a classificação média (22,8 g kg-1) a alta (62,4 g kg-1); os valores de N situaram-se entre 1,4 e 2,8 g kg-1; o fósforo e o potássio variaram entre 12,4 a 68,5 mg kg-1 e 108,7 a 284,5 mg kg-1, respectivamente. À excepção do valor médio mais alto de fósforo registado, classificado de médio, os restantes são muito baixos e baixos. No que respeita ao potássio, registou-se apenas um lameiro com valor classificado de alto, sendo os restantes classificados de muito alto. Os valores de CTCe variaram entre 7,1 e 12 cmolc kg-1. Dois dos 7 lameiros possuem valores classificados de médios e os restantes têm valores baixos de CTCe. Os resultados obtidos apontam para um estado de fertilidade química dos lameiros, baixa a média, sendo previsível a necessidade de aplicação de adubos azotados e fosfatados.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3904
Appears in Collections:BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Caracterização química lameiros - SPPF.pdf2,23 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE