Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3904

Título: Caracterização da fertilidade química de lameiros do nordeste transmontano
Autor: Pereira, Ermelinda
Arrobas, Margarida
Palavras-chave: Pastagens
Lameiros
Fertilidade
Issue Date: 2010
Editora: SPPF
Citação: Pereira, Ermelinda Lopes; Arrobas, Margarida (2010) - Caracterização da fertilidade química de lameiros do nordeste transmontano. In IV Reunião Ibérica de Pastagens e Forragens. Zamora. p. 81-86
Resumo: Os lameiros são pastagens de montanha, constituídos por vegetação espontânea ou sub-espontânea. Possuem uma importância secular na região do Nordeste Transmontano como suporte da alimentação dos efectivos pecuários. Com o objectivo de caracterizar o estado de fertilidade química destas pastagens procedeu-se à amostragem de solos em 7 lameiros, distribuídos pelo Nordeste Transmontano, na camada 0-30 cm. Os parâmetros químicos analisados foram: pH (H2O), matéria orgânica, azoto, fósforo, potássio e capacidade de troca catiónica efectiva (CTCe). Os valores de pH (H2O) variaram entre 5,1 e 6,3, valores ácido e pouco ácido, respectivamente; os teores de matéria orgânica variaram entre a classificação média (22,8 g kg-1) a alta (62,4 g kg-1); os valores de N situaram-se entre 1,4 e 2,8 g kg-1; o fósforo e o potássio variaram entre 12,4 a 68,5 mg kg-1 e 108,7 a 284,5 mg kg-1, respectivamente. À excepção do valor médio mais alto de fósforo registado, classificado de médio, os restantes são muito baixos e baixos. No que respeita ao potássio, registou-se apenas um lameiro com valor classificado de alto, sendo os restantes classificados de muito alto. Os valores de CTCe variaram entre 7,1 e 12 cmolc kg-1. Dois dos 7 lameiros possuem valores classificados de médios e os restantes têm valores baixos de CTCe. Os resultados obtidos apontam para um estado de fertilidade química dos lameiros, baixa a média, sendo previsível a necessidade de aplicação de adubos azotados e fosfatados.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3904
Appears in Collections:BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Caracterização química lameiros - SPPF.pdf2,23 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia