Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/3891
Título: Contributo da Robinia pseudoacacia para a valorização de espécies folhosas produtoras de madeira de qualidade: um caso de estudo
Outros títulos: Contribution of Robinia pseudoacacia for Valuating Broadleaved Tree Species for Timber Production: A Case of Study
Contribution de la Robinia pseudoacacia pour la Valorisation des Feuillus Précieux: Un Cas d'Étude
Autor: Patrício, Maria do Sameiro
Nunes, Luís
Monteiro, Maria do Loreto
Lopes, Domingos
Palavras-chave: Plantações mistas
Fixadoras de azoto
Castanheiro
Cerejeira
Carvalho americano
Robínia falsa-acácia
Data: 2010
Editora: Unidade de Silvicultura e Produtos Florestais - Instituto Nacional de Recursos Biológicos, I.P./I.N.I.A
Citação: Patrício, Maria do Sameiro; Nunes, Luís; Monteiro, Maria do Loreto; Lopes, Domingos (2010) - Contributo da Robinia pseudoacacia para a valorização de espécies folhosas produtoras de madeira de qualidade: um caso de estudo. Silva Lusitana. ISSN 0870-6352. 18: nº especial, p. 1-11
Relatório da Série N.º: nº especial;
Resumo: Em 1998, no âmbito do projecto PRAXIS XXI – 3/3.2/Flor/2127/95, foi estabelecido um ensaio de consociação de folhosas nobres: cerejeira, carvalho e castanheiro com a espécie acessória, robínia, numa série substitutiva, em Vimioso (Latitude 41º34'12''N; Longitude 6º30'7''W e altitude 700 m), antes da publicação do Decreto-Lei 565/99. O ensaio foi delineado em 30 parcelas de estudo permanentes estruturadas num desenho experimental aleatorizado com dez tratamentos e três repetições, sendo testados dois tipos de mistura (espécie objectivo alternada linha a linha com robínia e espécie objectivo alternada pé a pé com robínia). O objectivo deste estudo é avaliar os ganhos das espécies principais em mistura com uma fixadora de azoto. O teste da máxima verosimilhança demonstrou, para a cerejeira, uma elevada probabilidade de sobrevivência (77-80%). As restantes espécies estão associadas a baixa probabilidade de sobreviver devido, principalmente, ao insucesso verificado na fase de instalação (sobrevivência 46–55%). Comparou-se o crescimento para cada espécie, entre os diferentes tratamentos, usando o teste das diferenças mínimas significativas (LSD). O efeito da facilitação proporcionado pela espécie acessória é visível no caso da cerejeira. Para o castanheiro e para o carvalho verifica-se um efeito depressivo da robínia na mistura pé a pé sobre a espécie objectivo não sendo evidente o processo de facilitação.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3891
ISSN: 0870-6352
Aparece nas colecções:ARN - Artigos em Revistas Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Artigo silva lusitana Patrício MS_pre-print.pdf315,44 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.