Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3863

Título: Ecologia da vegetação de orla de bosque de carvalho-negral na Serra da Nogueira, Bragança, Portugal
Autor: Rocha, S.
Aguiar, Carlos
Azevedo, João
Palavras-chave: Orlas
Diversidade
Carvalho negral
Serra da Nogueira
Issue Date: 2006
Editora: ALFA
Citação: Rocha, S.; Aguiar, C.; Azevedo, J.C. (2006) - Ecologia da vegetação de orla de bosque de carvalho-negral na Serra da Nogueira, Bragança, Portugal . In VI Encontro ALFA de Fitossociologia. Angra do Heroísmo
Resumo: Avaliou-se o efeito do gradiente "distância à orla" na estrutura e composição florística de dois bosques de Quercus pyrenaica na Serra da Nogueira, Bragança, Portugal. Em cada bosque estabeleceram-se 8 transectos de 40 m com início na orla do bosque e orientados perpendicularmente a esta. Em cada transecto estabeleceram-se bandas de amostragem de 1 x 10 m dispostas perpendiculares aos transactos a 0, 1, 5, 10,20 e 40 m da orla do bosque. Nestas bandas avaliaram-se a composição florística, abundância e coberto por espécies e os parâmetros; dendrométricos DAP, percentagem de coberto e densidade. Observou-se uma modificação da composição florística, estrutura e diversidade ao longo do gradiente" distância à cria", mais acentuada nos 10 m mais próximos da margem do bosque. A dissimilaridade florística foi máxima entre os pontos de amostragem situados a 5 e 10 m. Através de uma Análise de Redundância (RDA) com recurso a covariáveis e permutações de Monte-Carlo verificou-se ainda que a distância à margem e a idade do bosque tinham um efeito significativo na composição florísitica das comunidades de orla. Conclui-se que orlas dos bosques de Quercus pyrenaica apresentam variações significativa na estrutura e composição florística ao longo do gradiente" distância à orla", mais evidente nos primeiros 10 m. Conclui-se também que existe um efeito pronunciado da idade da cria na sua composição florística e no padrão de distribuição da diversidade nesse gradiente, fados fundamentais a ter em consideração na gestão dos carvalhos de Quercus pyrenaica da Serra da Nogueira.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/3863
Appears in Collections:ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
RochaetalALFA2006.pdf204,35 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia