Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3816

Título: Estrutura da mesofauna num ensaio de produção de biomassa lenhosa para energia no Nordeste de Portugal: padrão espacial e relação com variáveis edáficas
Autor: Pinto, M. Alice
Santos, Sónia A.P.
Reis, Mariana
Sousa, J. Paulo
Fonseca, Felícia
Amaral, Alexandra
Castro, João Paulo
Azevedo, João
Palavras-chave: Biomassa
Mesofauna
Issue Date: 2009
Editora: Universidad de Granada
Citação: Pinto, M. Alice; Santos, Sónia A.P.; Reis, Mariana; Sousa, J. Paulo; Fonseca, Felícia; Amaral, Alexandra; Castro, J. Paulo; Azevedo, João (2009) - Estrutura da mesofauna num ensaio de produção de biomassa lenhosa para energia no Nordeste de Portugal: padrão espacial e relação com variáveis edáficas. In XXVI Jornadas de la Asociación Española de Entomología: Biodiversidad y Conservación en Sierra Nevada. Granada
Resumo: A produção de energia a partir de sistemas intensivos de biomassa lenhosa constitui uma alternativa interessante para solos agrícolas abandonados. Um dos parâmetros de sustentabilidade destes sistemas é a manutenção da biodiversidade do solo uma vez que a fauna edáfica desempenha funções ecológicas importantes. Pretende-se neste estudo (1) analisar o padrão espacial da abundância da comunidade de mesofauna e (2) relacionar a sua estrutura com variáveis edáficas num ensaio de biomassa lenhosa para produção de energia num solo de uso agrícola do Nordeste de Portugal. A amostragem da mesofauna decorreu na fase que antecedeu a instalação do ensaio constituindo assim o ponto de partida para avaliar a evolução temporal da estrutura da mesofauna resultante da alteração do uso do solo. Em Outubro de 2007 recolheram-se 105 amostras de solo (cilindro de la cm de altura e 5 cm de diâmetro) distribuídas por 14 transectos. A mesofauna foi retirada usando um extractor McFadyen e depois identificada por grandes grupos e o solo foi analisado quanto ao teor de humidade, pH, % de matéria orgânica, % de carbono, % de azoto e C/No No total das amostras foram quantificados 20719 indivíduos pertencentes a 19 taxa sendo os ácaros e os colêmbolos os grupos dominantes, com uma abundância relativa de 82% e 15.4% respectivam ente. Os parâmetros de abundância da mesofauna foram utilizados para analisar a distribuição espacial com base em métodos geoestatísticos. Nenhuma das variáveis analisadas relativas à mesofauna indicou a existência de continuidade espacial. A análise canónica de correspondência mostrou que os parâmetros químicos do solo explicam 16.2 % do total da variabilidade encontrada nos taxa_ No entanto, não foram encontradas associações evidentes entre as variáveis explanatórias (solo) e as variáveis de resposta (abundância), o que pode ser explicado pela história recente de utilização agrícola intensiva deste solo com mobilizações frequentes que conduzem à homogeneização de todos os parâmetros do solo e consequente destruição de um eventual padrão espacial.
URI: http://hdl.handle.net/10198/3816
Appears in Collections:ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Livro_Resumos.pdf905,85 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia