Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Tecnologias de Diagnóstico Terapêutica >
DTDT - Posters em Encontros Científicos Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3577

Título: Dermocosmética Infantil- alguns problemas dermatológicos na infância
Autor: Pereira, Olívia R.
Alves, Ana Catarina
Palavras-chave: Afecções dermatológicas
Infância
Issue Date: 2006
Editora: Escola Superior das Tecnologias de Coimbra
Citação: Pereira, Olívia R.; Alves, Ana Catarina (2006) - Dermocosmética Infantil- alguns problemas dermatológicos na infância. In II Jornadas de Farmácia. Coimbra
Resumo: A pele do bebé é mais fina, com menor quantidade de pêlos e apresenta maior proporção de fluidos minerais, o que a torna muito mais sensível que a do adulto, mais facilmente irritável e susceptível a infecção. Consequentemente, todos os produtos que entram em contacto com a pele do bebé devem ser rigorosamente seleccionados. O presente trabalho pretende, através de revisão bibliográfica, abordar de forma breve as principais afecções cutâneas características dos primeiros anos de vida, e respectivo tratamento. A dermatite atópica é uma afecção crónica da pele do bebé e da criança desencadeada por crises inflamatórias. Os sinais de uma dermatite atópica manifestam-se por secura da pele constante, vermelhidão indicando a sua irritação; prurido que é muitas vezes intenso e o facto do bebé se coçar pode desencadear infecções. As crises podem ser desencadeadas por vários factores oriundos do meio ambiente tais como o uso de algumas roupas sintéticas e de lã; infecções; a mudança das estações e os alergenos que interagem com o bebé. A dermatite de contacto é consequência do calor e humidade da transpiração, da urina e das fezes, quando se usam fraldas ou tecidos impermeáveis por muito tempo. Sem complicações associadas, apresenta-se com o aspecto de pele irritada, vermelha, erodida que pode agravar-se rapidamente na ausência de tratamento. A dermatite seborreica é uma dermatite crónica que atinge especialmente as regiões da pele ricas em glândulas sebáceas, sobretudo o couro cabeludo. A doença caracteriza-se pela formação de lesões eritemato-descamativas, de configuração circular, mais ou menos pruriginosas. As manifestações clínicas mais frequentes são as seguintes: intensa produção de oleosidade, descamação (caspa) e prurido no couro cabeludo, lesões avermelhadas e com descamação gordurosa na pele. Em conclusão, os produtos para o cuidado da pele do bebé têm como objectivos protegê-la de um meio hostil, limpá-la, e mantê-la seca. O tratamento dos vários tipos de dermatite caracteriza-se pelo uso corticóides, muitas vezes aplicados topicamente, e de anti-infecciosos, caso se confirme infecção associada à dermatite. É necessário escolher sempre produtos adequados ao tipo e causa de dermatite, produtos dermatologicamente testados, hipoalergénicos e seguros para sua aplicação na pele do bebé.
URI: http://hdl.handle.net/10198/3577
Appears in Collections:DTDT - Posters em Encontros Científicos Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Poster-Cosmética Infantil.pdf652,77 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE