Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Tecnologias de Diagnóstico Terapêutica >
DTDT - Posters em Encontros Científicos Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3577

Título: Dermocosmética Infantil- alguns problemas dermatológicos na infância
Autor: Pereira, Olívia R.
Alves, Ana Catarina
Palavras-chave: Afecções dermatológicas
Infância
Issue Date: 2006
Editora: Escola Superior das Tecnologias de Coimbra
Citação: Pereira, Olívia R.; Alves, Ana Catarina (2006) - Dermocosmética Infantil- alguns problemas dermatológicos na infância. In II Jornadas de Farmácia. Coimbra
Resumo: A pele do bebé é mais fina, com menor quantidade de pêlos e apresenta maior proporção de fluidos minerais, o que a torna muito mais sensível que a do adulto, mais facilmente irritável e susceptível a infecção. Consequentemente, todos os produtos que entram em contacto com a pele do bebé devem ser rigorosamente seleccionados. O presente trabalho pretende, através de revisão bibliográfica, abordar de forma breve as principais afecções cutâneas características dos primeiros anos de vida, e respectivo tratamento. A dermatite atópica é uma afecção crónica da pele do bebé e da criança desencadeada por crises inflamatórias. Os sinais de uma dermatite atópica manifestam-se por secura da pele constante, vermelhidão indicando a sua irritação; prurido que é muitas vezes intenso e o facto do bebé se coçar pode desencadear infecções. As crises podem ser desencadeadas por vários factores oriundos do meio ambiente tais como o uso de algumas roupas sintéticas e de lã; infecções; a mudança das estações e os alergenos que interagem com o bebé. A dermatite de contacto é consequência do calor e humidade da transpiração, da urina e das fezes, quando se usam fraldas ou tecidos impermeáveis por muito tempo. Sem complicações associadas, apresenta-se com o aspecto de pele irritada, vermelha, erodida que pode agravar-se rapidamente na ausência de tratamento. A dermatite seborreica é uma dermatite crónica que atinge especialmente as regiões da pele ricas em glândulas sebáceas, sobretudo o couro cabeludo. A doença caracteriza-se pela formação de lesões eritemato-descamativas, de configuração circular, mais ou menos pruriginosas. As manifestações clínicas mais frequentes são as seguintes: intensa produção de oleosidade, descamação (caspa) e prurido no couro cabeludo, lesões avermelhadas e com descamação gordurosa na pele. Em conclusão, os produtos para o cuidado da pele do bebé têm como objectivos protegê-la de um meio hostil, limpá-la, e mantê-la seca. O tratamento dos vários tipos de dermatite caracteriza-se pelo uso corticóides, muitas vezes aplicados topicamente, e de anti-infecciosos, caso se confirme infecção associada à dermatite. É necessário escolher sempre produtos adequados ao tipo e causa de dermatite, produtos dermatologicamente testados, hipoalergénicos e seguros para sua aplicação na pele do bebé.
URI: http://hdl.handle.net/10198/3577
Appears in Collections:DTDT - Posters em Encontros Científicos Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Poster-Cosmética Infantil.pdf652,77 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia