Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3142
Title: Efeito da manutenção do solo no estado nutritivo das árvores, crescimento e produtividade em olivais de sequeiro
Author: Rodrigues, M.A.
Lopes, João
Pavão, Francisco
Cabanas, J.E.
Arrobas, Margarida
Keywords: Manutenção do solo
Estado nutritivo das árvores
Perímetro do tronco
Volume da canópia
Produção de azeitona
Issue Date: 2009
Publisher: Associação Portuguesa de Horticultura
Citation: Rodrigues, Manuel; Lopes, João; Pavão, Francisco; Cabanas, José; Arrobas, Margarida (2009) - Efeito da manutenção do solo no estado nutritivo das árvores, crescimento e produtividade em olivais de sequeiro. In V Simpósio Nacional de Olivicultura. Santarém
Abstract: A gestão da superfície do solo em arboricultura tem sido muito estudada nas últimas décadas. Contudo, poucos estudos incluíram a análise de plantas no auxílio da interpretação dos resultados, em particular em olival de sequeiro. As experiências de campo referidas neste trabalho decorreram durante oito anos consecutivos em Trás-os-Montes em dois olivais que foram seleccionados tendo por base a sua contrastante situação de manutenção do solo antes do início da experiência. Um olival situado em Bragança, anteriormente gerido como pastagem de ovinos, recebeu os tratamentos: Pastoreio (Past), em que a gestão da vegetação foi mantida exclusivamente com um rebanho; Mobilização (Mob), que consistiu em duas escarificações anuais na Primavera; Glifosato (Gil), em que o herbicida foi aplicado um vez por ano em Abril. O segundo olival, em Mirandela, anteriormente gerido com mobilizações, recebeu os seguintes tratamentos: Mobilização (Mob); e Glifosato (Gli), tal como descritos para Bragança; e Herbicida residual (Hres), em que um herbicida com componente residual (diurão + glifosato + terbutilazina) foi aplicado no fim do Inverno. O tratamento Gli originou maiores produções em ambos os olivais e, no ensaio de Mirandela, onde se mediu o aumento do perímetro do tronco e o volume da canópia originou também os melhores resultados. Os resultados mais fracos foram obtidos em Past e Mob nos ensaios de Bragança e Mirandela, respectivamente. A concentração de azoto e boro nas folhas foi superior nas modalidades mais produtivas. No olival de Mirandela, em que os teores foliares de potássio permaneceram mais baixos durante a experiencia, a concentração do elemento seguiu o padrão descrito para N e B. Os resultados desta experiência mostraram uma forte relação entre o estado nutritivo das árvores e a produtividade. As modalidades de manutenção do solo que promoveram a absorção de nutrientes originaram as maiores produções
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/3142
Appears in Collections:PTV - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Manutenção.Nutrição.pdf650,53 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.