Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3093

Título: Pastagens permanentes semeadas biodiversas ricas em leguminosas: composição florística ao longo de um gradiente mesotopográfico
Autor: Aguiar, Carlos
Pires, Jaime
Rodrigues, M.A.
Fernández-Núñez, E.
Palavras-chave: Pastagens
Leguminosas
Trifolium subterraneum
Ecologia de pastagens
Issue Date: 2010
Editora: Sociedad Espanola para el Estudio de los Pastos
Citação: Aguiar, Carlos; Pires, Jaime; Rodrigues, Manuel; Fernandez-Nuñez, Maria Ester (2010) - Pastagens permanentes semeadas biodiversas ricas em leguminosas: composição florística ao longo de um gradiente mesotopográfico. In Actas da IV Reunião Ibérica Ibérica de Pastagens e Forragens "Pastagens - Fonte Natural de Energia". Zamora e Miranda do Douro. p. 87-93. ISBN 978-84-9773-502-5
Resumo: Admite-se que as Pastagens Permanentes Semeadas Biodiversas Ricas em Leguminosas (PPSBRL) sejam superiores às misturas simples a perseguir e a ajustar-se à heterogeneidade espacial característica dos solos mediterrânicos. Testaram-se duas hipóteses que emergem directamente desta proposição: 1) as espécies das misturas de PPSBRL acomodam-se às características estacionais controladas por gradientes mesotopográficos. 2) Esta acomodação ocorre escala da espécie e da cultivar (cv.). Numa PPSBRL estabilizada avaliou-se o efeito de um gradiente mesotopográfico na aglomeração de espécies pratenses indígenas ou melhoradas, e de morfotipos T. subterraneum, definidos a partir das cv. da mistura original de sementes. A “posição fisiográfica” exerceu um efeito significativo na estrutura dos dados florísticos. A percentagem de cobertura relativa das espécies e dos morfotipos das cv. precoces de T. subterraneum foi superior no cimo de encosta. As espécies mais exigentes em humidade e os morfotipos das cv. de floração mais tardia exibiram coberturas máximas a meia ou no fundo-de-encosta. Os resultados, embora contingentes, suportam ambas hipóteses. A segregação espacial dos genótipos melhorados tem, certamente, um papel fundamental na superioridade agronómica das misturas complexas de sementes pratenses. Os trevos que não enterram as sementes e as gramíneas melhorados têm dificuldade em persistir em pastagens sujeitas a um pastoreio intensivo e contínuo.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3093
ISBN: 978-84-9773-502-5
Appears in Collections:BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2010 Pastagens permanentes semeadas.pdf3,65 MBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE