Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3093

Título: Pastagens permanentes semeadas biodiversas ricas em leguminosas: composição florística ao longo de um gradiente mesotopográfico
Autor: Aguiar, Carlos
Pires, Jaime
Rodrigues, M.A.
Fernández-Núñez, E.
Palavras-chave: Pastagens
Leguminosas
Trifolium subterraneum
Ecologia de pastagens
Issue Date: 2010
Editora: Sociedad Espanola para el Estudio de los Pastos
Citação: Aguiar, Carlos; Pires, Jaime; Rodrigues, Manuel; Fernandez-Nuñez, Maria Ester (2010) - Pastagens permanentes semeadas biodiversas ricas em leguminosas: composição florística ao longo de um gradiente mesotopográfico. In Actas da IV Reunião Ibérica Ibérica de Pastagens e Forragens "Pastagens - Fonte Natural de Energia". Zamora e Miranda do Douro. p. 87-93. ISBN 978-84-9773-502-5
Resumo: Admite-se que as Pastagens Permanentes Semeadas Biodiversas Ricas em Leguminosas (PPSBRL) sejam superiores às misturas simples a perseguir e a ajustar-se à heterogeneidade espacial característica dos solos mediterrânicos. Testaram-se duas hipóteses que emergem directamente desta proposição: 1) as espécies das misturas de PPSBRL acomodam-se às características estacionais controladas por gradientes mesotopográficos. 2) Esta acomodação ocorre escala da espécie e da cultivar (cv.). Numa PPSBRL estabilizada avaliou-se o efeito de um gradiente mesotopográfico na aglomeração de espécies pratenses indígenas ou melhoradas, e de morfotipos T. subterraneum, definidos a partir das cv. da mistura original de sementes. A “posição fisiográfica” exerceu um efeito significativo na estrutura dos dados florísticos. A percentagem de cobertura relativa das espécies e dos morfotipos das cv. precoces de T. subterraneum foi superior no cimo de encosta. As espécies mais exigentes em humidade e os morfotipos das cv. de floração mais tardia exibiram coberturas máximas a meia ou no fundo-de-encosta. Os resultados, embora contingentes, suportam ambas hipóteses. A segregação espacial dos genótipos melhorados tem, certamente, um papel fundamental na superioridade agronómica das misturas complexas de sementes pratenses. Os trevos que não enterram as sementes e as gramíneas melhorados têm dificuldade em persistir em pastagens sujeitas a um pastoreio intensivo e contínuo.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3093
ISBN: 978-84-9773-502-5
Appears in Collections:BB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2010 Pastagens permanentes semeadas.pdf3,65 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia