Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Tecnologia e Gestão >
Tecnologia Química e Biológica >
DTQB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3077

Título: Remoção de metais por biossorção em resíduos de algas granulados
Autor: Vilar, Vitor
Martins, Ramiro
Boaventura, Rui
Palavras-chave: Biossorção
Iões metálicos
Resíduos de algas granulados
Dessorção
Sistema fechado
Adsorvedor de cestos
Coluna de leito fixo
Issue Date: 2008
Editora: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária - ABES
Citação: Vilar, Vitor; Martins, Ramiro; Boaventura, Rui (2008) - Remoção de metais por biossorção em resíduos de algas granulados. In XIII SILUBESA - Simpósio Luso-Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Belém do Pará, Brasil. p.1-9. ISBN: 978-85-7022-157-5
Resumo: A biossorção é uma propriedade de determinados tipos de biomassa morta que permite a ligação e concentração de iões metálicos, a partir de soluções aquosas, que podem ser muito diluídas. O processo pode ser usado na purificação de efluentes industriais que contêm metais. O estudo do processo de biossorção por um subproduto da indústria de extracção do agar, que contém restos de alga Gelidium, imobilizado num polímero orgânico seguiu os seguintes passos: 1) caracterização do biossorvente; 2) determinação das relações de equilíbrio, 3) determinação da cinética do processo, 4) determinação dos tempos de breakthrough em adsorvedor de cestos e numa coluna de biossorção com escoamento contínuo. O biossorvente foi caracterizado em termos da área superficial específica, densidade aparente, densidade real, porosidade, tamanho das partículas e distribuição de tamanho de poros, utilizando diferentes técnicas: adsorção de N2 e de azul de metileno, porosimetria de mercúrio, picnometria de hélio e microscopia electrónica de varrimento. A caracterização química do biossorvente baseou-se na determinação dos principais constituintes químicos presentes na estrutura da biomassa e na identificação e quantificação dos sítios activos da superfície, usando as técnicas de análise por espectroscopia do infravermelho (FTIR), microanálise por raios X e titulação potenciométrica ácido-base. Concluiu-se que a superfície do biossorvente é caracterizada por uma distribuição heterogénea de dois principais grupos químicos: ácido carboxílico e hidroxilo. Foram realizadas experiências cinéticas em adsorvedor fechado, a partir das quais se determinou o tempo de equilíbrio e o valor da difusividade homogénea do metal no biossorvente. Determinaram-se as capacidades de biossorção dos diferentes adsorventes para cada ião metálico, a partir das isotérmicas de adsorção a diferentes valores de pH, temperatura e força iónica da solução. Foram desenvolvidos modelos de transferência de massa, baseados na difusão externa e intraparticular, para descrever o processo de biossorção e dessorção em adsorvedor de cestos e numa coluna de leito fixo de escoamento descendente, sendo o equilíbrio descrito pela isotérmica de Langmuir e pela lei de acção de massa, respectivamente para a etapa de adsorção e dessorção.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3077
ISBN: 978-85-7022-157-5
Appears in Collections:DTQB - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
II-003 Vilar, Martins, Boaventura.pdf227,28 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE