Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Produção e Tecnologia Vegetal >
PTV - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3011

Título: Resposta da couve Tronchuda (Brassica oleracea var. costata) à aplicação de azoto e boro e de um fertilizante orgânico autorizado em agricultura biológica
Autor: Rodrigues, M.A.
Pereira, J.A.
Arrobas, Margarida
Andrade, P.B.
Bento, Albino
Issue Date: 2009
Editora: Sociedade Portuguesa de Ciências Agrárias
Citação: Rodrigues, Manuel; Pereira, José; Arrobas, Margarida; Andrade, Paula; Bento, Albino (2009) - Resposta da couve Tronchuda (Brassica oleracea var. costata) à aplicação de azoto e boro e de um fertilizante orgânico autorizado em agricultura biológica. Revista de Ciências Agrárias. ISSN 0871-018X. XXXI:1, p. 93-100
Resumo: Os portugueses são dos maiores apreciadores mundiais de brássicas. A couve Tronchuda é cultivada em Portugal em área superior a 1000 ha. O seu consumo é sobretudo apreciado na quadra natalícia. Neste trabalho reportam-se resultados da fertilização com azoto e boro, na forma de adubos convencionais, e da utilização de Dix10 (com 10 % N total), um fertilizante orgânico autorizado em agricultura biológica. Plantas de raiz protegida foram transplantadas a 29 de Agosto de 2005 num compasso 0,8x0,5 m. O solo, de textura franca, continha 0,83 % matéria orgânica, 5,2 pH(H2O) e teores em P e K médios e altos, respectivamente. Foram estabelecidas seis modalidades: sem adubação (SAd); Dix10, em dose equivalente a 80 kg N/ha; modalidades com 80 (NB) e 160 (N+) kg N/ha, na forma de ureia; e modalidades sem B (B-) e com aplicação de 2,2 (NB) e 4,4 (B+) kg B/ha. Todas as modalidades de B foram fertilizadas com 80 kg N/ha e as de N com 2,2 kg B/ha, coincidindo na modalidade NB as doses médias de N e B. As plantas SAd produziram 13,7 Mg biomassa/ha e exportaram 33,9 kg N/ha e 40,9 g B/ha, valores significativamente inferiores às modalidades fertilizadas. Dix10 produziu 18,0 Mg de biomassa/ha e exportou 45,1 kg N/ha e 51,3 g B/ha. A modalidade NB originou maior produção de biomassa (38,6 Mg/ha) e N exportado (107,9 kg/ha) que as modalidades SAd e Dix10. A modalidade N+ não registou aumento de produção nem de N exportado comparativamente com NB. B+ não influenciou a produção de biomassa mas aumentou a concentração de B nos tecidos e o B exportado. N+ reduziu significativamente a concentração de B nos tecidos e o B exportado, sugerindo um efeito de antagonismo da aplicação de N sobre a absorção de B. As produções obtidas e a recuperação aparente de nutrientes mostraram que a redução de produção de biomassa nas modalidades SAd e Dix10 se deveu à reduzida disponibilidade de N no solo durante a estação de crescimento. The Portuguese are one of the greatest brassica consumers in the entire world. Tall cabbage is grown in Portugal over an area greater than 1000 ha. Tall cabbage consumption is very popular at Christmas time. In this work, results from nitrogen and boron application, as conventional fertilisers, and from the use of Dix10, an organic amendment (˜ 10 % total N) permitted in organic farming, are reported. Young cabbage plants were prepared in a greenhouse in micro-pots and transplanted with protected roots on August 29, 2005, spaced at 0.8x0.5 m between and within rows. The soil was loamy textured with 0.83 % organic matter, pH(H2O) 5.2, and with median P and high K content levels. Six treatments were established: SAd treatment, without any fertilization; Dix10, applied in a rate equivalent to 80 kg N/ha; NB and N+, with 80 and 160 kg N/ha as urea, respectively; and B-and B+ treatments, without B and with 4.4 kg B/ha as borax. Boron treatments were fertilised with 80 kg N/ha and N treatments with 2.2 kg B/ha. Thus, NB is a median treatment with 80 kg N/ha and 2.2 kg B/ha. SAd plants yielded 13.7 Mg biomass/ha and took up 33.9 kg N/ha and 40.9 g B/ha, which are values significantly lower than that obtained on fertilised plots. In Dix10 treatment, cabbage yielded 18 Mg biomass/ha and took up 45.1 and 51.3 g B/ha. NB treatment produced higher biomass (38.6 Mg/ha) and N uptake (107.9 kg/ha) than SAd and Dix10 treatments. N+ treatment did not increase the yield, neither N uptake if compared with NB. B+ treatment has not any influence in biomass yield but increased tissue B content and B uptake. In N+ treatment there was a significant decrease in tissue B concentration and B uptake, which suggests antagonism of N over the uptake of B. The biomass yields and the apparent N and B recoveries showed that the lower biomass yielded in SAd and Dix10 treatments were due to a shortage of soil N availability in these treatments during the growing season.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3011
ISSN: 0871-018X
Versão do Editor: http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=0871-018X20090001&lng=pt&nrm=iso
Appears in Collections:PTV - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Couve biológica.pdf55,3 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE