Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/18157
Título: (In)satisfação com a imagem corporal e atitudes alimentares em estudantes do ensino secundário
Autor: Pires, Maria de Lurdes Gonçalves
Fernandes, Adília
Pereira, Ana Maria Geraldes Rodrigues
Palavras-chave: Imagem corporal
Atitudes alimentares
Adolescentes
Data: 2018
Citação: Pires, Maria de Lurdes Gonçalves; Fernandes, Adília; Pereira, Ana Maria Geraldes Rodrigues (2018) - (In)satisfação com a imagem corporal e atitudes alimentares em estudantes do ensino secundário. In II Seminário Internacional de Investigação em Saúde Mental & IX Congresso Internacional d’ ASPESM Saúde Mental Para Todos. Bragança
Resumo: A autoimagem é um conceito transversal a toda humanidade, muito ligada à identidade pessoal. A preocupação permanente com a imagem corporal, por parte dos jovens (Smolak, 2004; Neumark -Sztainer, 2011), leva a que estes procurem alcançar a aparência física perfeita. Neste contexto, os jovens podem adotar atitudes alimentares disfuncionais, com implicações na sua saúde (Martins, Nunes & Noronha, 2008). A deteção precoce e a prevenção destes problemas são deveras importantes e de grande prioridade, uma vez que afetam uma percentagem considerável da população adolescente, manifestando-se em idades precoces e podendo, inclusive, ficar presentes ao longo da vida (Teixeira, 2012).  Objetivos:. Avaliar as atitudes alimentares e a satisfação com a imagem corporal em estudantes do ensino secundário Métodos: Estudo observacional, analítico, transversal. Foram avaliados 184 alunos aos quais foi aplicado um formulário que incluía o Questionário de Silhuetas de Collins (Simões, 2014) e a escala Children’s Eating Attitude Test (TAAc ) validada para a população Portuguesa por Teixeira et al. (2012). Os dados foram tratados informaticamente, recorrendo ao programa SPSS, na versão 22.0 de 2013. Utilizaram-se os testes não paramétricos Mann Whitney e Kruskal Wallis e o coeficiente de consistência alpha de Cronbach. Resultados: Neste estudo participaram 184 alunos, dos quais 45,1% eram do sexo masculino e 54,9% do sexo feminino. Os rapazes apresentavam em média 16,6 anos +/- 1,09 anos e as raparigas tinham idade média de 16,62 +/-0,88 anos. Verificou-se que todas as dimensões da TAAc apresentavam valores médios baixos traduzindo-se em comportamentos alimentares normais. A aplicação do Questionário de Silhuetas de Collins revelou que apenas 38% dos alunos em estudo estava satisfeito com a sua imagem corporal. Os resultados da escala de TAAc em função da satisfação com a imagem corporal indicam que as atitudes alimentares são estatisticamente distintas entre os jovens satisfeitos e não satisfeitos com a silhueta, especificamente nas dimensões cumprimento da dieta (p=0,004) e controlo da ingestão alimentar (p=0,033).  Conclusões:. Os resultados obtidos revelam a predominância de insatisfação com a imagem corporal dos jovens, assim como a existência de relação entre as atitudes alimentares e a satisfação corporal, o que realça a necessidade de implementar estratégias multidisciplinares. Considera-se que estas medidas não devem ser apenas direcionadas aos jovens mas alargadas à dinâmica familiar.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/18157
Aparece nas colecções:ESSa - Posters em Encontros Científicos Internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
poster- saude mental.pdf847,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.