Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/16605
Título: Estrutura populacional e variabilidade genética da abelha ibérica (Apis mellifera iberiensis) revelada por marcadores do adn mitocondrial e nuclear: implicações na actividade apícola
Autor: Pinto, M. Alice
Chávez-Galarza, Julio
Henriques, Dora
Rufino, José
Azevedo, João
Muñoz, Irene
De la Rúa, Pilar
Patton, John C.
Johnston, J. Spencer
Data: 2014
Editora: Instituto Politécnico de Bragança
Citação: Pinto, M. Alice; Chávez-Galarza, Julio; Henriques, Dora; Rufino, José; Azevedo, João; Muñoz, Irene; de la Rúa, Pilar; Patton, John C.; Johnston, J. Spencer (2014) - Estrutura populacional e variabilidade genética da abelha ibérica (Apis mellifera iberiensis) revelada por marcadores do adn mitocondrial e nuclear: implicações na actividade apícola. In III Congresso Ibérico de Apicultura. Mirandela: livro de resumos. ISBN 978-972-745-165-4
Resumo: A conservação da diversidade genética das populações locais de abelhas é fundamental à sustentabilidade da atividade apícola. Primeiro, porque a diversidade genética é a matéria-prima sobre a qual a seleção (natural ou artificial) atua, permitindo a adaptaçãoo das abelhas às cada vez mais rápidas alteracões ambientais (poluição, pesticidas, novos patogénios e parasitas) e às exigências de uma atividade apícola cada vez mais competitiva. Segundo, porque a perda de diversidade genética pode conduzir à consanguinidade e à redução do valor adaptativo das colónias podendo-se traduzir em perdas de produtividade, maior número de machos diploides e menor resistência aos parasitas e patogénios, entre outros efeitos. A compreensão dos padrões espaciais de diversidade genética, e dos processos históricos e contemporâneos que têm moldado essa diversidade ao longo dos tempos, é crucial para uma melhor gestão e conservação da abelha ibérica (Apis mellifera iberiensis). Apesar dos inúmeros estudos conduzidos na Península lbérica nas últimas décadas, os padrões e processos de diversidade genética são ainda mal compreendidos. De facto, a grande variedade de marcadores genéticos (morfolugia, alozimas, ADN mitocondrial, microsatélites) que tem sido utilizada tem revelado padrões incongruentes de diversidade fazendo da abelha ibérica a mais complexa subespécie na ampla área de distribuição geográfica da espécie Apis mellifera. Nesta comunicação serão apresentados os resultados de um estudo que proporcionará a caracterização mais completa da abelha ibérica jamais realizada através de uma amostragem de elevada resolução quer a nível geográfico quer a nível do seu genoma. Para tal utilizaram-se simultaneamente marcadores mitocondriais (região intergénica tRNAleu-cox2) e nucleares neutrais testados (311 SNPs), e avancadas ferramentas analíticas numa coleção de 711 colónias amostradas ao longo de três transeptos ibéricos (costa Atlântica, região central e costa Mediterrânica). Os resultados deste estudo confirmam a elevada complexidade e forte estruturação da abelha ibérica refletida (i) no cline com orientação sudoeste-nordeste formado pelas linhagens evolutivas Africana (A) e da Europa Ocidental (M) e (ii) no acentuado contraste da composição genética das populações do Mediterrâneo e do Atlântico. Em oposição a outros trabalhos genéticos, neste estudo o padrão recuperado pelos SNPs é congruente com a variação materna. Por último, este estudo mostra que o grau de introgressão da linhagem C na abelha ibérica é negligenciável, contrastando fortemente com a outra subespécie da linhagem M, Apis mellifera mellifera. As eventuais implicacões destes resultados na atividade apicola serão discutidas numa perspetiva de preservação da integridade genética da abelha ibérica.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/16605
ISBN: 978-972-745-165-4
Aparece nas colecções:CIMO - Resumos em Proceedings Não Indexados à WoS/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
alice_estrutura_CIA2014_resumo.pdf596,47 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.