Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/14713
Título: Produção e mercados dos produtos tradicionais portugueses de origem ovina: 2003-2012
Outros títulos: Production and markets of portuguese traditional products of origin ovina: 2003-2012
Autor: Cabo, Paula
Matos, Alda
Ribeiro, Maria Isabel
Fernandes, António
Palavras-chave: Produtos tradicionais de qualidade
Ovinicultura
Produção
Comercialização
Data: 2017
Citação: Cabo, Paula; Matos, Alda; Ribeiro, Maria Isabel; Fernandes, António (2017) - Produção e mercados dos produtos tradicionais portugueses de origem ovina: 2003-2012. Revista Mundi Meio Ambiente e Agrárias. ISSN 2525-4790. 2:2, p. 1-28
Resumo: Este trabalho visa contribuir para o desenvolvimento da ovinocultura em Portugal baseado em produtos de elevado valor acrescentado, ou seja, em produtos tradicionais de qualidade. Neste sentido, analisa a produção e comercialização de produtos qualificados com Denominação de Origem Protegida e Indicação Geográfica Protegida, provenientes de ovinos (queijo e carne), com base em fontes documentais. O estudo engloba uma análise temporal (2003-2012) de indicadores de produção e comercialização de queijos e carnes certificados e sua comparação com produtos similares. Os resultados evidenciam a relevância decrescente das carnes qualificadas de borrego relativamente à produção nacional. Todavia, globalmente, os produtores mostraram ser capazes de explorar a mais-valia da certificação por via do diferencial dos preços. As carnes foram comercializadas pelos agrupamentos de produtores, para os mercados locais/regionais e nacional, preferencialmente para os médios e grandes supermercados. Relativamente ao queijo de ovelha, verificou-se, em média, um diferencial de 23% entre os preços dos produtos certificados e similares, a favor do produto certificado. Os queijos de ovelha eram maioritariamente comercializados pelos produtores, para os médios e grandes supermercados, no mercado nacional. Os resultados demonstram a importância do associativismo no desenvolvimento da atividade e evidenciam a necessidade de melhorar a estratégia de comunicação de marketing e de aumentar o poder negocial dos criadores e produtores.
This paper aims to contribute to the growth of sheep breeding in Portugal, through the development of traditional quality food products. Thus, it analyzes the production and marketing of products qualified products with Protected Designation of Origin and Protected Geographical Indication, obtained from the sheep (cheese and meat), using secondary sources. The study includes a temporal analysis (2003-2012) of indicators of production and marketing of certified sheep cheese and lamb meat and its comparison with similar products. The results showed the decreasing relevance of qualified lamb meat in the domestic production. However, generally, producers were able to explore the added value of certification in terms of price. These lambs were marketed by producers associations, for medium and large grocery stores, and are destined to local/regional and national markets. The sheep cheeses presented, on average, a differential of 23% between the prices of certified products and similar products, in favor of the certified product. The sheep cheeses were predominantly traded by producers in domestic market, preferential for medium and large grocery stores. The results show the importance of associativism, the need to improve marketing communication strategy and to increase the bargaining power of the creators and producers.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/14713
DOI: http://dx.doi.org/10.21575/25254790rmmaa2017vol2n252
ISSN: 2525-4790
Aparece nas colecções:CIMO - Artigos em Revistas Não Indexados à WoS/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
artigo ovinos mundi.pdf1,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.