Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/13581
Título: Projeto PéAtivo: programa de intervenção com deslocações ativas, atividades lúdico-motoras, saúde e bem-estar em crianças do pré-escolar
Autor: Vasques, Catarina
Carvalho, Sofia
Pimenta, Nuno
Magalhães, Pedro M.
Palavras-chave: Programa de intervenção
Pré-escolar
Deslocamento ativo
Sessão lúdico-motora
Estilos de vida
Data: 2016
Editora: Instituto Politécnico de Castelo Branco, Escola Superior de Educação
Citação: Vasques, Catarina; Carvalho, Sofia; Pimenta, Nuno; Magalhães, Pedro M. (2016) - Projeto PéAtivo: programa de intervenção com deslocações ativas, atividades lúdico-motoras, saúde e bem-estar em crianças do pré-escolar. In Serrano, J; Petrica, J. (eds.) Estudos em desenvolvimento motor da criança IX. Castelo Branco: Instituto Politécnico de Castelo Branco. p. 169-181. ISBN 978-989-8196-64-4
Resumo: Objetivos: (i) caracterizar os comportamentos sedentários e o aporte calórico dos lanches da manhã e da tarde de crianças do pré-escolar; (ii) estudar o impacto de uma sessão lúdico-motora nos níveis de atividade física habitual (AFH). Métodos: a amostra foi constituída por 39 crianças de ambos os sexos, com idades entre os 4 e os 5 anos. Foi implementado um programa de intervenção com deslocações ativas, atividades lúdico motoras e sessões de aconselhamento geral de saúde. Resultados: as crianças passaram cerca de 1,5h a 2h por dia a ver televisão e/ou ao computador (PC), sendo que este foi superior ao fim de semana para o PC (p=0,000). Os lanches da tarde apresentaram um teor calórico médio superior aos da manhã (p=0,041). O número de passos dados pelas crianças no dia da sessão das atividades lúdico-motoras foi superior aos dos restantes dias da semana (p=0,020). Conclusão: As crianças realizam uma média de passos superior nos dias de semana comparativamente ao fim de semana, sendo que apenas 33,33% dos meninos cumpriram a recomendação, durante os dias de semana. A introdução de 1 hora de atividades lúdico-motoras parece potenciar o número de passos diários realizados pelas crianças, nomeadamente nos rapazes. Cerca de 90% da amostra não cumpriu o valor energético diário recomendado para o lanche da manhã e tarde.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/13581
ISBN: 978-989-8196-64-4
Aparece nas colecções:DCDEF - Capítulos de Livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Artigo Catarina Vasques.pdf244,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.