Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/12619
Título: Estudo da eficácia da irradiação gama na conservação da qualidade nutricional de azedas durante o armazenamento refrigerado
Autor: Pinela, José
Barreira, João C.M.
Barros, Lillian
Cabo Verde, Sandra
Antonio, Amilcar L.
Carvalho, Ana Maria
Oliveira, M.B.P.P.
Ferreira, Isabel C.F.R.
Data: 2015
Citação: Pinela, José; Barreira, João C.M.; Barros, Lillian; Cabo Verde, Sandra; Antonio, Amilcar L.; Carvalho, Ana Maria; Oliveira, M.B.P.P.; Ferreira, Isabel C.F.R. (2015) - Estudo da eficácia da irradiação gama na conservação da qualidade nutricional de azedas durante o armazenamento refrigerado. In 2º Simpósio Nacional: Promoção de uma Alimentação Saudável e Segura, Qualidade Nutricional e Processamento Alimentar. Lisboa
Resumo: O consumo de vegetais minimamente processados tem sido impulsionado pelo estilo de vida acelerado da sociedade moderna e pela crescente conscienciatização da influência da alimentação na saúde. Além de conveniência, salubridade e segurança, o consumidor procura também alimentos com características organoléticas diferenciadas das dos alimentos habitualmente consumidos diariamente. Neste sentido, a recuperação do uso das azedas (Rumex induratus Boiss. & Reut.) poderá responder a esta procura, aliando garantia de qualidade e inovação. Visto a maioria dos tratamentos convencionais ser ineficaz em assegurar segurança sem comprometer a qualidade, e dada a preocupação em tomo dos agentes químicos vulgarmente utilizados, a irradiação de alimentos emergiu como uma alternativa segura e eficaz. Neste sentido, este estudo teve como objetivo avaliar a eficácia do tratamento de irradiação gama na conservação da qualidade nutricional das azedas durante o armazenamento refrigerado. Exemplares silvestres de azedas foram recolhidos no concelho de Bragança e lavados com água corrente. Uma porção foi imediatamente analisada (controlo não armazenado) e o restante material fresco foi embalado, submetido a diferentes doses de irradiação gama (até 6 kGy) numa câmara de cobalto-60 e seguidamente armazenado a 4°C durante 12 dias. Entre os parâmetros analisados, o teor em macronutrientes foi determinado seguindo procedimentos oficiais de análise, os perfis em açúcares, ácidos orgânicos, tocoferóis e ácidos gordos foram analisados por técnicas cromatográficas e as propriedades antioxidantes avaliadas recorrendo a diferentes ensaios in vitro. O tempo de armazenamento diminuiu o teor em lípidos e açúcares, que foram melhor preservados com a dose de 2 kGy, e aumentou o teor em ácidos orgânicos. Os tocoferóis aumentaram nas amostras armazenadas não irradiadas, aumento que poderá dever-se à formação de espécies reativas nos tecidos destas amostras, devido a condições de conservação indutoras de stresse. Verificou-se a adequação das doses de 2 e 6 kGy para preservação de ácidos gordos mono- e polinsaturados, respetivamente. Contudo, as amostras irradiadas com 1 e 6 kGy apresentaram os perfis mais dissimilares das amostras não armazenadas. Assim, foi possível verificar que diferentes doses de irradiação afetam de forma diferente os parâmetro de qualidade avaliados.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/12619
Aparece nas colecções:CIMO - Resumos em Proceedings Não Indexados ao WoS/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Poster Nac. 203.pdf279,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.